Campenato Nacional Mx – Freixo de Espada á Cinta

sexta, 01 abril 2016 10:56

Estreia manchada por acidente.

A participação da equipa Furões RacingTeam foi ficou marcada pelo acidente sofrido pelo piloto Ricardo Diz!image001

A idealização do club em participar numa prova do Campeonato nacional de Motocross e a vontade do piloto da terra em regressar às provas de Mx levou a estrutura Furões RacingTeam encarar esta prova “caseira” como uma entrada a pensar noutras participações numa ou outra prova do campeonato.

No dia anterior, as verificações foram o primeiro desafio e só com uma “mãozinha” do organizador foi superada esta fase já no final do dia.
image002As chuvas sentidas nos dias anteriores tornavam o circuito muito escorregadio e pouco aderente, dificuldade redobrada para os motores a 2tempos, o único na classe Mx1 era a da Suzuki RM250 do nosso piloto.
Não querendo arriscar muito nos treinos, Ricardo optou por rodar em moderação, apenas para testar a aderência da Suzuki e ajustar a pressão dos pneus e das suspensões.

Já no final da manhã, os treinos de qualificação correram melhor e despertaram uma maior confiança no piloto, mas não se sentindo a 100% para controlar a mota no inicio dos saltos, pois a tração perdia-se e consequente o seu balanço para catapultar a mota para cima.
Apôs rodar os infantis e os pilotos da classe Mx2, os quais ajudaram a limpar a terra mais solta do circuito, chegava a vez da classe Mx1. 16 pilotos formava a grelha de partida e saíndo da 14ª posição, Ricardo mostrava-se confiante pois o circuito encontrava-se mais aderente. Mas, por ironia do estado de confiança, no momento da pré-grelha a chuva resolveu participar de forma intensa durante 20 minutos, deixando o circuito praticamente cheio de lama e tremendamente escorregadio.image003

Uma partida muito cautelar entre ambos, o piloto dos Furões nas primeiras voltas não se sentia à vontade, pois o maior binário da sua 2T não lhe permitia sair das curvas de forma controlada. Volvidos 12 minutos de prova, resolveu aumentar o ritmo por forma a recuperar o andamento dos da frente, mas num dos saltos duplos, na tentativa de os superar de uma só vez, acabou por aterrar numa das cristas do salto e catapulta-lo para o outro lado sofrendo um violento embate de frente levando-o por momentos a perder os sentidos!
Rapidamente foi assistido no local pelos médicos de prova e encaminhado para o Hospital de Mirandela para exames e observação o qual não lhe foi diagnosticado qualquer lesão grave.
Terminou assim de forma inglória a participação do club e o regresso do piloto à Rivalta do Motocross.

Desenvolvido por: multimobile