Apresentação da equipa para 2018

sábado, 09 dezembro 2017 12:59

foto not1A equipa oficial do Moto Club Furões de Vimioso contará novamente com 4 pilotos. Mas desta vez com apenas um aos comandos dos quads. Aos repetentes Luís Sebastião, Carlos Rebelo e Tiago Afonso, com a saída do jovem espanhol dos quads Diego Calvo, junta-se à equipa um outro espanhol mas aos comandos das 2rodas, o experiente Alfredo Tavares.

foto2Foi em cerimónia da 4ªGala que o club transmontano fez a apresentação oficial dos Furões RacingTeam.
Nos quads, #69Tiago Afonso aos comandos da renovada Yamaha YFZ-R, irá representar a QuadRacing-FurõesTeam e tentar estar no pódio final do TroféuTT Nordeste, para além de pretender através do apoio da equipa titularizar-se como o melhor piloto do distrito.
Este ano, como único piloto da equipa nos quads, sinto maior pressão e responsabilidade. Assim sendo terei de encarar 2018 como um maior desafio. O Troféu TT Nordeste, nos quads, está cada vez mais cotado com bons pilotos e boas máquinas e com um treino mais racionalizado sei que irei chegar ao pódio, se os azares que tenho vindo a sentir nos últimos anos me esquecerem!

 

foto3Nas motas, os trunfos das KTM (Carlos Rebelo e Luís Sebastião), irão contar com um forte apoio de um piloto, embora menos rápido, muito regular e disponível. O reforço para 2018 de #17Alfredo Tavares, 2º classificado na classeTT1 do TrofeuTT Nordeste, aos comandos de uma Kawasaki, será uma grande ajuda para orquestrar a equipa. A sua experiência em competição e mecânica será uma mais-valia nas provas, sobretudo aos colegas das 2rodas que sentirão as “costas” protegidas, mas, sem nunca deixar de descurar uma oportunidade de discretamente ir pontuando a cada prova.
É um orgulho tremendo poder fazer parte desta equipa, talvez uma das melhores equipas amadoras, pois o respeito e consideração que nutrem por este club é já uma marca neste tipo de modalidade. Irei estar sempre disponível para ajudar a equipa, mas também os meus amigos da terra que me meteram nestas andanças, pois o bom ambiente e convívio entre pilotos é o que mais conta e destaca esta modalidade, e nisso os Furões sabem estar.

 

foto4O piloto “maior”, de moto e estatura, #191Luis Sebastião, irá contar com a maior carga para poder ombrear com a classe maior da TT2 cotada com grandes nomes nacionais e internacionais. A fasquia, embora já por ela muito forte, para além de subir mais um degrau do pódio da classe do ano passado no TroféuTT Nordeste, o objectivo é estar nas marchas do pódio da geral. A montada recai sobre a refinada KTM SX-F 350, mas uma ou outra prova, veremos o piloto aos comandos da azul ex-oficial dos diapasões WR-F 450. 
Este ano espero que seja o meu ano. Tenho ferramenta e apoio para isso, mas falta-me o essencial que é a preparação física e treino constante, o qual irei conciliar com o período laboral. Decerto terei deixar algumas coisas de parte que também gosto, mas não posso descurar a aposta que estão a fazer em mim, pois para além do TroféuTT Nordeste tenho outras provas em mente para 2018. Com a vinda do Alfredo, a equipa está mais sólida e foi uma grande aposta. Fico muito contente pois para além de ser um óptimo amigo, embora discreto também é bom piloto.

 

foto5Pelo terceiro ano seguido, #262Carlos Rebelo tripulará as cores dos Furões. Piloto rápido e duro, com uma forte versatilidade, adapta-se a qualquer tipo de circuito com grande facilidade. O objectivo é vencer o TroféuTT Nordeste na classe e na geral.
O ano de 2017 foi para esquecer, sobretudo em meados. Fugiram-me os títulos entre os dedos. Embora conseguisse ser campeão ibérico do Campeonato Ibérico OfTrack na minha classe, algo pouco concorrida, senti que teria sido o ano da oportunidade para ter chagado mais longe, não fossem os azares mecânicos, para além de trocas de mota em que andei com algumas emprestadas e em casa, na prova organizada pelo club ter estado ausente.
Finalmente recuperei, de forma nostálgica, a minha KTM SX-F 250 com a qual quero correr em 2018, pois foi com ela que a última prova em Bragança consegui ser 2º deixando-me muito optimista e deu-me mural para encarar o TrofeuTT Nordeste como uma meta a atingir, mesmo com uma mota mais limitada à baixa cilindrada da classe. Sei que sendo regular será possível vencer o Troféu regional para 2018.

O presidente do Moto Club e director da equipa Furões RacingTeam, traça, como objectivo principal da equipa oficial do Moto Club Furões de Vimioso, a divulgação e promoção das suas provas, fazendo-se representar pelos seus pilotos no seio da competição externa.
Com um orçamente muito limitado, a aposta da equipa será o campeonato regional (TroféuTT Nordeste), mas outras provas sob interesse e coordenação de ambas as partes poderão surgir como potenciais participações e representação, nomeadamente o X-Trophy de Coruche e o Raid Ibérico, ou até mesmo a Baja Portalegre.
Só dentro do cenário poderemos entender o enredo. A equipa Furões RacingTeam, para além de potenciar e projectar os seus pilotos sócios no ambiente competitivo, tem como objectivo participar em provas de competição para poder retirar ilações e notas como bons exemplos a adaptar àquelas por nós organizadas.
Este ano talvez seja o ano com maior potencial da equipa. Não pela rapidez dos pilotos, mas sim pela qualidade e ambição que cada um tem na sua vasta experiência. Os resultados e títulos, embora sejam fulcrais. É na representação regular em provas e a imagem do club que passa todo o objectivo.
Num ano em que esperaremos que a 5ªedição do raid Ibérico seja uma realidade como prova exclusiva internacional, é importante começar bem a época através dos 4 “mosqueteiros” da Furões RacingTeam.

Desenvolvido por: multimobile